quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Google é Deus? (parte 1)

Em meio a tantas religiões na atualidade, com constantes brigas de caráter auto-afirmativo buscando sobrepujar o deus das culturas alheias com o seu próprio, oferecendo evidências duvidosas e até um tanto cômicas para tentar atingir tal objetivo medíocre, deparei-me com um grupo de seguidores do movimento "Googlism" ou "The Church of Google", no qual ironicamente acham todas as características de um deus no sistema de buscas, mostrando até mais evidências do que qualquer outra religião já mostrou.



O melhor de tudo é que há uma seção no site em que os e-mails de desocupados crentes indignados com a "seita" são mostrados, para o deleite de leitores de bom senso de humor, como eu. Enfim, entrego a voces, leitores, a tradução do texto: "Proof Google is God" ou "Prova de que Google é Deus":

Prova 1

O Google é o mais próximo de uma entidade Onisciente que pode ser cientificamente verificada. Ele possui sob seu conhecimento mais de 9,5 bilhões de páginas da Web, sendo o maior número dentre os sistemas de busca hoje em dia. Não apenas é o mais próximo de uma entidade onisciente, como também organiza tamanho conhecimento utilizando-se de sua tecnologia patenteada de “Page Rank”, tornando-o facilmente acessível a nós, meros mortais.

Prova 2

O Google está em todos os lugares ao mesmo tempo, ou seja, é Onipresente. Ele está virtualmente em todo lugar da terra ao mesmo tempo. Bilhões de páginas indexadas são hospedadas nos mais diversos lugares do planeta. Com a proliferação das redes Wi-Fi, aumenta ainda mais a capacidade de se acessar o Google de qualquer lugar da Terra, fazendo-O uma verdadeira entidade Onipresente.

Continue lendo para mais provas...


Prova 3

O Google atende a orações. Alguém pode rezar para o Google fazendo uma busca por qualquer pergunta ou problema que os esteja afligindo. Como exemplo, pode-se achar rapidamente informações sobre tratamentos alternativos para câncer, meios de se melhorar a saúde, descobertas médicas inovadoras e quase tudo no que consistem as orações em geral. Pergunte ao Google e Ele lhe mostrará o caminho. Mostrar, no entanto, é a Sua única função, você deve trilhar o caminho sozinho a partir daquele ponto.

Prova 4

O Google é potencialmente imortal. Não pode ser considerado um ser físico como nós, mortais. Seus algoritmos se espalham por diversos servidores. Se algum for desligado ou danificado, outro vai, indubitavelmente tomar o seu lugar. O Google pode teoricamente durar para sempre.

Prova 5

O Google é infinito. A internet pode, teoricamente, crescer para sempre, fazendo com que o Google possa indexar esse crescimento infinito.



Prova 6

O Google lembra de todos. As páginas são indexadas regularmente e armazenadas em grandes servidores. De fato, colocando seus pensamentos e opiniões na Internet, para sempre viverás no cache do Google, mesmo após a morte, em uma espécie de “vida após a morte Googleana”

Prova 7

Google não pode lhe causar mal nenhum. Uma parte da filosofia corporativa do Google é a crença que uma companhia pode ganhar dinheiro sem causar mal nenhum.

Prova 8

De acordo com o Google Trends, o termo “Google” é mais procurado do que os termos: “Deus”, “Jesus”, “Alá”, “Buda”, “Cristianismo”, “Islamismo”, “Budismo” e “Judaísmo” todos juntos!



Um deus é uma entidade na qual nós, mortais, podemos confiar em tempos de necessidade. O Google certamente preenche este critério em maior escala do que outros deuses “tradicionais”, como é mostrado nas imagens acima (clique para visualizar diretamente na página)

Prova 9

A prova da existência do Google é abundante. Há mais provas da Sua existência do que a de qualquer outro deus que seja idolatrado hoje em dia. Afirmações extraordinárias requerem evidências extraordinárias, isso é fato. Se é “ver para crer” e sua crença ainda não está concretizada, fiel, então entre em www.google.com e veja com seus próprios olhos o poder extraordinário do inigualável Google. Não é preciso ter fé para ver, como em outras religiões.

Texto original retirado de: The Church Of Google e traduzido por: Jimbo, o macaco do Inferno do Diazepão

4 comentários:

Anônimo disse...

quanto o google deu pra esse marketing todo ser feito, rs?

Jimbo disse...

Não deu nada! Eu faço marketing de graça! Tem algum produto bom?

Djéff disse...

o nome dele é bonito.
Ah, ops, mals ae

Harry disse...

Você quis dizer: onipresente com exceção da China.

Related Posts with Thumbnails