quinta-feira, 6 de maio de 2010

As piores coisas já encontradas num corpo humano - parte 2

Sucesso absoluto. Com mais de 25 mil visualizações, a primeira parte do "As piores coisas já encontradas num corpo humano" tornou-se o post mais visitado desse blog. Valeu pessoal.

Como prometido, a parte 2 está aqui, mais tarde do que deveria, mas ainda assim, na quinta-feira. E dessa vez eu vou falar de algo que quase todo mundo já deve ter falado de brincadeira. Sai daí muleque, tu tem minhoca na cabeça?

2. Minhoca no cérebro


Bateria de exames e lá vem o diagnóstico: Tumor no cérebro. Aí você pensa, FUDEUUUU. Você vai para a cirurgia se cagando todo e no pós-operatório chega o médico e fala: "Não era um tumor". Alívio? Fudeu mais ainda?

É meu amigo, essa é a história da Rosemery Alvarez, que deu entrada no hospital do Arizona queixando-se de dores de cabeça e visão turva. Como ela já possuía o diagnóstico de um tumor cerebral, foi direto pra sala de operação. E o que acontece quando abrem a cabeça dela? Riem. Isso mesmo, os médicos caíram na gargalhada. Agora pensa na cena, o cara tá lá com o braço entalado no teu cérebro e começa a rir, o que tu pensa (ou pensaria se estivesse consciente)? Caralho, além de fudido eu devo ser burro pra caralho. 
Rose, num momento família.
Mais tarde o médico confessou que riu por que ficou aliviado por não ter nada de errado com ela. Pera, pera. TINHA UMA PORRA DE UMA MINHOCA NO CÉREBRO DA MULHER E NÃO TINHA NADA DE ERRADO COM ELA? "É minha senhora, graças a deus o que tinha na sua cabeça era só um vermezinho, coisa pouca."

Mas Djéff, isso pode acontecer comigo?
Cara, tem que ser muito bom, mas pode. Mas não o parasita não controlará seu cérebro. O que aconteceu com a Sra. Eu dou carona para parasitas Alvarez é extremamente improvável, afinal, a maneira comum de se pegar uma tênia é comendo carne, geralmente de porco, mal passada, contendo larvinhas encapsuladas. Isso é até bastante comum, principalmente em lugares com baixo saneamento básico. De qualquer maneira, as tênias preferem viver no intestino, roubando a comida lá. 
A única maneira de ter uma minhoquinha no cérebro é comendo material fecal humano, e, como a Sra. Alvarez não parece ser do tipo que curte um Two Girls one cup, a hipótese mais provável é que ela tenha comido alguma comida premiada, provavelmente por falta de higiene do cozinheiro. 
Local de Provável Ingestão do vermezinho.


Clique nos links abaixo para:


"Desse tempero, eu não quero"

10 comentários:

Rodrigo Justi disse...

Boa! Entre tumor cerebral e minhocas, fico com a última opção.

Corrige aí: Até onde eu sei cirurgia cerebral é feita com anestesia local. Isso porque a pessoa não pode ficar inconsciente pois talvez o cérebro possa entrar em coma tentando voltar ao estado normal e a pessoa ate morra.

Nathan disse...

Prefere uma minhoca no cérebro mesmo?
ASUHUAS então olha essa foto e veja se muda de opinião:

http://www.issoecoisafeia.com/2010/02/um-cisquinho-de-nada.html

Best Blogs Brasil disse...

Nossa brother, isso é muito sinistro...imagina a porra da minhoca passeando pelo cérebro? Tô fora!!!
Valeu pelo post, ele está em destaque na home do Best Blogs Brasil
Confira:
http://bestblogsbrasil.com.br
Você também pode enviar novos links para que eles fiquem em destaque no nosso site.
Até Mais!
Alex

Anônimo disse...

Era uma minhoca ou um verme?
Se era um verme, uma tênia no caso, apresento-lhe a cisticercose.

Djéff disse...

Ei, anônimo. Desculpa mas nao comentasse sobre medicina no blog certo cara. TODOS nós somos estudantes de medicina. E olha só, cisticercose, no cérebro, é o acumulo do cisticerco (nao é tao dificil acho q vc vai entender). A tênia é a larva adulta e o cisticerco o ovo da tênia. Ou seja, não, não é cisticercose. E da próxima vez, além de por o nome, coloca coisa correta aí ;D

JULIANA disse...

Hey, Parabéns pelo blog!

Uma perguntinha:
Vai ter parte 3?
:D

Anônimo disse...

A forma q vc posta é uma merda, escreve em terceira pessoa e responde, até desanimei de ler tudo.

Carlos disse...

como uma tênia pode ser uma "larva adulta", isso é contraditório, a mesma coisa coisa que escrever "embrião adulto".
E o cisticerco não é o "ovo da tênia", é o estágio larval que comumente parasita o hospedeiro intermediário. No caso das tênias humanas, os cisticercos parasitam bois ou porcos, conforme a espécie. Pode acontecer de ingerirmos os ovos (liberados através das fezes humanas). Nesse caso, os ovos eclodem se desenvolvendo até tornarem-se os cisticercos. Essas larvas costumam se alojar em orgãos com muita irrigação sanguínea, principalmente os músculos e o cérebro, causando uma doença chamada cisticercose (ou neurocisticercose quando afeta o cérebro)

Dri Viaro disse...

o berne que entra na cabeça tb é uma minhoca? mas não fica no cerebro né?rss
pq tinhas um vizinho que sempre voltava cheio de berne na cabeça, e a mãe dele espremia e os infelizes estouravam no teto, um nodio, blé.

bjs

Playgirl. disse...

Ei! Só um toque!
Quando alguém vai fazer uma cirurgia cerebral ela está consciente, pois eles precisam ficar fazendo perguntas constantes para saber se estão danificando algo ou não. :)

Related Posts with Thumbnails